{resenha} ps: ainda amo você



 Bom dia pessoal, tudo bem? Hoje venho trazer a resenha do livro ''PS: Ainda amo você'', da nossa fofa Jenny Han.
 Ps: Ainda amo você, é a continuação do livro ''Para todos os garotos que já amei''. Li o primeiro livro no ano passado e a leitura me levou aos meus 15 anos de volta, me senti a própria Lara Jean, que é a protagonista dessa história. A continuação é ainda mais doce e fofa, e com certeza é um livro que eu indicaria para todos! 
 

SINOPSE: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
   Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
   Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.



EDITORA: Íntrinseca
AUTORA: Jenny Han
PÁGINAS: 304




{RESENHA} PS: Ainda amo você, é a continuação de Para todos os garotos que ja amei.
Jenny Han, a autora mais uma vez nos transporta á vida de Lara Jean.
 Nessa continuação, Lara Jean vai provar pra ela mesma o quanto amadureceu com tudo que aconteceu com ela nos últimos meses.
 Ela fará de tudo para manter seu relacionamento com Peter bem, o que não será nada fácil, além de não ter nenhuma experiencia em namoro, Genevive será seu problema principal.
 E agora que Margot esta fora, ela se sente tão deslocada e sem saber pra quem pedir ajuda.
 O começo do livro é bem parado, conta do emprego que ela arruma, o que não é bem um emprego e sim um trabalho voluntário, dos idosos que ela conhece e com quais passa a maior parte do seu tempo.
 A pequena Kitty esta bem presente no livro (O QUE EU A-D-O-R-E-I), acho que todos leitores acabaram gostando da Kitty, eu senti a falta da Margot nesse livro, mas a história em si está bem colocada e divertida. É uma história de amor muito fofinha, a leitura é rápida, mas me deixou com aquele gostinho de quero mais.

 NOTA: 






    LINK DE COMPRA:






Postar um comentário