{RESENHA} A GEOGRAFIA DE NÓS DOIS, JENNIFER E. SMITH


Título: A Geografia de Nós Dois
Autor(a): Jennifer E. Smith
Páginas: 272
Editora: Galera
Avaliação: 4/5





Sinopse: Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram — presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância?






A Geografia de Nós Dois conta a história de Lucy Patterson e Owen Buckley, que apesar de morarem no mesmo prédio, e terem se esbarrado algumas vezes, não sabiam exatamente nada um sobre o outro.
Lucy sempre teve uma vida financeira estável, estuda em um colégio só para meninas, e já tinha se acostumado com a ausência de seus pais.
Owen já carregava um fardo triste de sua infância, e o destino o colocou ali para que ele e seu pai pudessem recomeçar, mais uma vez.
Owen há algum tempo vem sendo o alicerce de seu pai, após perderem a mãe, ele tem feito de tudo para que o pai não desmoronasse.
Já Lucy, que tem uma família perfeita, mal os vê. Seus pais estão sempre viajando a negócios, e seus irmãos tomaram outros rumos.
Lucy e Owen acabam "se conhecendo" no elevador do prédio, e passam quase um dia inteiro juntos durante um blecaute que ocorreu na cidade.


''Quando você conhecer melhor a cidade, acho que vai gostar daqui.''

O tempo que passaram juntos foi bem curto, mas, marcou muito os dois jovens.
Lucy teve que partir logo depois, a mando de seus pais.
Owen e seu pai decidiram se mudar do prédio e tentar um novo recomeço, em um novo lugar.
E assim os dois logo se separam, e vão aprender que lidar com a distância, nem sempre é fácil.


'' Ele fechou os olhos e correspondeu ao beijo. Cedo demais, Lucy se afastou, e, quando ela deu um passo para trás, Owen viu que estava sorrindo.

— Não se preocupe — disse ela, antes de passar pelas portas abertas. — Mando um cartão-postal para você.''

Bom, os personagens não me cativaram muito de primeira, achei Lucy uma garota normal, que estava apenas relatando como era sua vida.
Patrick que é o pai de Owen, me deixou um pouco preocupada, pois não deve ser fácil perder o amor da sua vida, e ter que "tentar" superar tamanha perda, pois ainda tem gente que depende de você.
Owen foi o único que me deixou mais interessada na leitura, o jovem teve que ser forte por ele e pelo pai.


"Se traçassem um mapa dos dois, de onde tinham começado e de onde terminariam, as linhas seguiriam para longe uma da outra como imãs de polos opostos. E já tinha ocorrido a Owen que havia algo de profundamente errado com aquilo, que deveriam existir círculos ou ângulos ou voltar, qualquer tipo de traço que possibilitasse às duas linhas voltarem a se encontrar. Em vez disso, iam em direções opostas. O mapa era o mesmo que uma porta prestes a se fechar. E a geografia da situação – a geografia dos dois – estava completa e irremediavelmente errada.”

A autora conseguiu me envolver de uma forma impressionante. Mesmo que não seja apenas focada no romance. Eu acredito que diversos públicos iriam gostar de seus livros, e eu já fiquei curiosa para ler outras obras suas.



24 comentários:

  1. Ain, amo demais esse livro, ele é muito amorzinho ^^ Depois que li esse livro fiquei bem curiosa para ler os outros dela que foram publicados ^^
    Adorei a resenha! <3
    Beijos

    Me Cativastes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Realmente, é um amorzinho ♥ Também quero hahaha
      Um beijo.

      Excluir
  2. A capa do livro e a premissa me lembraram de O primeiro dia do resto da nossa vida. Não havia ouvido falar desse ainda.

    Memórias de uma Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Olha eu não li esse, mas é um lançamento recente né?!
      Um beijo.

      Excluir
  3. Oi
    Achei um livro interessante, pela sinopse, para o público juvenil. Pena que a personagem foi normal demais a ponto de não te cativar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Então, foi mesmo, não tinha nada de mais sabe.
      Um beijo.

      Excluir
  4. Amo esse tipo de romance, acho cativante, sabe?! Sua resenha foi tão explicadinha! Quero ler :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado, um beijo.

      Excluir
  5. Adoro esse tipo de livro! Já havia ouvido falar na Geografia de nós dois, mas ainda não tive oportunidade de ler! Está na listinha! Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado, espero que leia ♥ Um beijo.

      Excluir
  6. Olá
    Dramas adolescentes tendem a me irritar um pouco, eu passei por essa faze, e gente como a gente parece achar que pode tudo XD. Polo que você contou do livro, gostei do Owen ele parece um jovem bem consciente.

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu já li esse livro, mas não gostei muito da histórias.
    Confesso que esperava mais da trama, mas ela nçao me conquistou. A narrativa é boa, mas a história que não me conquistou tanto.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Adoro esses romances gostosinhos que exploram outros sentimentos e facetas da vida.
    Eu leria pelo nome e pela capa, mas diversas resenhas que vejo por aí, me colocaram um pouquinho em dúvida, então vou anotar, mas vai ficar ara uma outra hora. haha

    Beijos! :)

    ResponderExcluir
  9. Conheço o livro e já li várias resenhas positivas dele, mas não o li ainda. Deve ter sido muito duro para o pai de Owen lidar com a perda da mulher, mas acho que Owen acabou sofrendo mais, pois além da mãe, existia o medo de ver o pai se "perdendo".
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. oie!
    Gostei da sua resenha. Eu li já tem uns meses, mas deu até aquela vontade de ler de novo hehe
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Já tinha lido outras resenhas desse livro, mas admito que não me chamou tanto a atenção, no momento não estou procurando clichês. Mas obrigada pela dica, em outro momento pretendo fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  12. Oiii!

    Nunca li nada da autora, mas já vi muitos elogios para a escrita dela! Fiquei feliz em saber que vc também foi conquistada pelo enredo.
    Espero conhecer um dia! A sua resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Muito boa a sua resenha.
    Fiquei com vontade de ler o livro, pois adoro esse tipo de de romance,

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Gostei bastante de saber que é um livro que não foca muito em romance, afinal histórias assim são as que mais marcam. Confesso que de primeira não leria esse livro, mas agora com a sua resenha, darei uma chance.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Já tive o prazer de ler um livro dessa autora, mas ainda não conhecia esse.
    Adorei a sua resenha e com certeza vou querer ler essa história também. Gosto da escrita da autora e me animei com sua descrição do livro.
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  16. Oiee, esse livro é muito fofo. Vi muitas comparações com Green, mas ela é muito mais emotiva, ela consegue nos envolver muito mais que ele.
    Adorei a resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Ola lindona uma pena que os personagens não te cativaram, quem sabe em outro momento você reler. Acho essa capa muito fofa, ainda não li o livro mas está na famosa lista de leitura. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  18. Oi! Esse livro parece ser muito amorzinho hahaha
    Apesar de não ser muito fã de romances, tem histórias assim que me agradam bastante. Espero ter a oportunidade de ler ^^ Ótima resenha!

    bjs | Papierllon

    ResponderExcluir
  19. Interessante saber que mesmo os personagens não conseguinte te cativar e envolver logo de cara, a autora conseguiu mudar essa situação conforme as páginas passavam. Isso diz muito sobre uma obra... O livro parece delicado e bem romântico.

    ResponderExcluir