{RESENHA} ESTRADA PARA LUGAR NENHUM - M. ROBINSON

Título: Estrada para lugar nenhum #1
Dueto: Road to Nowhere
Autora: M. Robinson
Páginas: 280
Editora: AllBook
*E-book cedido em parceria com a editora
Sinopse: Da autora best-seller do Wall Street Journal e USA Today, M. Robinson
Certa vez, li que todo guerreiro espera ter uma morte honrada. Sempre quis procurar a minha, mas nem a Ceifadora me quis.
Fui treinado para matar. Fui treinado para não perguntar por quê. Para acatar ordens e marchar em fila. Avante.
Vida ou morte.
Para frente ou morrer.
E não estou falando só do exército. Estou falando da vida que me levou pela estrada para lugar nenhum.
Minha vida.
Lutei por meus irmãos.
Lutei por minha família.
Lutei por meu país.
E lutei por ela...
Sem nunca perceber que também poderia morrer por eles.


Olá amantes, tudo bem? Hoje é dia de resenha e o livro de hoje é "Estrada para lugar nenhum" da autora lançado no Brasil pela Allbook Editora. Recebi o e-book em parceria com a editora e devorei a obra, fiquei dias para escrever a resenha pois não sabia como falar desse livro maravilhoso sem dar spoiler, mas eu venci na vida!



Estrada para lugar nenhum é um NA que mistura drama, romance, problemas familiares, suspense e com uma pegada erótica.

Aqui iremos conhecer Creed Jameson, um jovem de dezesseis anos que é rodeado por uma vida bem incomum para a sua idade, Creed faz parte de um Moto Clube liderado por seu pai e nele ele teve de amadurecer muito cedo, sua vida é resumida a álcool, drogas e sexo fácil com mulheres que estão dispostas á tudo. Essa é a vida que ele conhece e o legado de seu pai acaba se tornando sua herança.

Creed passa por muita coisa na vida, mas uma determinada situação acaba gerando um trauma enorme do qual ele não se recuperaria. Creed acaba se tornando uma pessoa mais fria e coloca todo o seu foco no clube.

A morte deixa uma dor no coração que ninguém pode curar. O amor deixa uma lembrança que ninguém pode roubar."
Mia Ryder é uma linda garotinha, dona de uma personalidade única e uma língua bem afiada para sua pouca idade. Quando conhece Creed, um jovem bem mais velho, todo tatuado e misterioso, isso não a impede de pensar nele a cada segundo, quem nunca se apaixonou na infância né? E com tanta pureza, ela nem imaginava que anos depois seu caminho iria se cruzar novamente com ele e esse seria o começo de uma história bem turbulenta.

No começo já somos impactados pela riqueza de detalhes que a autora traz em sua escrita, desde a ambientação (que me fez viajar pelas páginas), até personagens, situações e etc.
No meu primeiro contato com a escrita da autora, já me vi apaixonada e viciada por essa história.


A autora não poupou esforços em nos mostrar a realidade nua e crua de Creed, de sua família e de seus amigos, aqui tudo é bem explicito, confesso que no começo eu não me simpatizei muito com o personagem, achei ele extremamente egocêntrico mesmo aos dezesseis anos, mas ai vem os acontecimentos e um belo de um tapa na cara me fez querer colocar o personagem em um potinho no final, vocês nem imaginam o que esse menino passa!

O que eu senti ao ler essa leitura complexa foi que: Ou você vai amar essa história com todo o seu coração, ou odiar na mesma intensidade! Eu amei e dessa vez foi bem além de ter um bad boy tatuado na história (que é obviamente o meu ponto fraco).
Eu tinha a sensação de que havia um grande alvo vermelho pintado bem em cima do meu coração. Mas eu sempre soube que meu velho empunharia a arma carregada."
O que eu mais gostei foi a forma como a autora soube inserir situações na obra e como trabalhou bem. O exemplo foi o fatídico acontecimento do 11 de setembro que marcou nossas vidas, principalmente dos americanos. Gostei da forma como a autora inseriu esse cenário da obra, foi uma das partes que me deixaram bem apreensiva e com lágrimas nos olhos pois realmente mexeu muito comigo.

Outro ponto que eu também gostei foi a passagem dos anos dentro da história, acho que acabou me aproximando dos personagens e me fez enxergar as mudanças, amadurecimento e toda a carga que eles carregaram durante a história.

A capa é perfeita para esta história, casou perfeitamente! Ah Creed 






8 comentários:

  1. Achei o enredo bacana. Não gosto muito de livro de bad boy e garota mimada, sei lá, mas esse livro tem situações bem interessantes. A vida do personagem Creed é curiosa e tem muita coisa a se falar.
    Colocar o 11 de Setembro na história pareceu inteligente e com certeza deu outro ar aos acontecimentos

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro quando o autor consegue fazer a gente mudar a visão dos personagens, apesar de não ter empatia no começo. Confesso que a premissa do livro é interessante, mas os personagens não são o tipo que me conquiste muito, porém, adorei sua resenha.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Quando o autor sabe trabalhar a história e não deixa apenas aquela imagem de bad boy, é muito bom.
    Não conhecia o livro, mas fiquei curiosa para saber pelo o que o personagem passou que o deixou dessa forma. Irei procurar o livro agora para lê-lo!

    ResponderExcluir
  4. Olá

    A leitura sempre nos mostra que somos precipitados e severos com nosso contato com o outro. Exigimos que os outros compreendam nossas dores e principalmente respeitem as feridas que tiramos de nossa história e quando é o mesmo que nos pedem, somos cruéis e vis e é isso que esse livro venho mostrar e só por isso já gostei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Gosto bastante da mistura de vários elementos em um romance, por isso só pela sinopse e por saber o que posso aguardar fiquei super curiosa. Sabendo que ele é 8 ou 80, acredito que pela temática possa ser que eu fique feliz em conhecer. Enfim, quero dar uma chance e ver porque essa capa é tão perfeita para o conteúdo. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Rayanni!
    Não conhecia esse livro, mas já gostei muito quando você retrata que a autora, conta em detalhes a riquezas dos cenários no enredo. fiquei curiosa sobre a vida do personagem e de tudo o que passou até aquele momento. Parabéns pela resenha com certeza irei ler, a capa também chamou minha atenção, bjs!

    ResponderExcluir
  7. É a primeira vez que ouço falar do livro e confesso que a capa não me atrairia, mas gostei muito da resenha, que mostrou que o personagem é bem mais do que aparenta, que tem uma história de vida pesada e que merece que a gente lhe dê uma chance. Fiquei com muita vontade de conhecer a história dele.

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a obra, mas fiquei bem curioso para saber do que vai acontecer com Mia e Creed no desenrolar da trama. Parece ser uma história intensa e surpreendente. Anotada a dica.

    ResponderExcluir